Carro Rebaixado – Informações, Como Legalizar, Cuidados

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas6 estrelas7 estrelas8 estrelas9 estrelas10 estrelas (1 votos, média: 4,00 de 10)

     





114279677 Carro Rebaixado   Informações, Como Legalizar, CuidadosBuscando deixar o visual do carro mais agressivo e esportivo, muitos motoristas tem optado por rebaixar os seus carros. Mas o que muitos deles não sabem, é que para a realização deste procedimento é necessário uma série de cuidados.

Buscando explicar um pouquinho mais sobre este procedimento, preparamos aqui uma matéria onde iremos explicar desde como ele é feito, até dos riscos que isso pode ocasionar.

Primeiramente vamos falar de como que os carros são geralmente rebaixados: Para realizar este procedimento, os métodos mais utilizados são a compressão e corte das molas da suspensão. O procedimento, em ambos os casos, acaba diminuindo a durabilidade dos componentes presentes na suspensão.

Devido a este desgaste mais rápido dos componentes da suspensão, os motoristas que estão pensando em rebaixar o carro devem ficar cientes de que irão ter um bom gasto com a troca constante da suspensão. Vale lembrar que atualmente existem no mercado amortecedores especiais para carros rebaixados.

Com relação aos riscos, os motoristas devem sabem que com o carro rebaixado a integridade da carroceria pode ficar comprometida. Além disso, existe uma grande possibilidade de que o veículo comece a apresentar rachaduras e trincas, principalmente em locais próximos aos amortecedores.

Um detalhe importante de comentar, é que as seguradoras não fazem seguro de veículos rebaixados.

Se mesmo com estas ressalvas você ainda está pensando em rebaixar o seu carro, lembre-se de que com o procedimento feito, você deverá levar o veículo rebaixado para uma inspeção do Inmetro. Feito isso, o órgão irá emitir o CSV (Certificado de Segurança Veicular). Com o documento em mãos, você deve levar o carro até o Detran para que o mesmo regularize o carro acrescentando na documentação a inscrição “medida verticalmente do solo ao ponto do farol baixo do veículo”.

É importante lembrar também, que o rebaixamento do carro já é uma prática legalizada pelo Contran. Apesar disso, o órgão no autoriza o uso de molas com regulagem de altura, ou seja, sistemas com rosca e ar estão expressamente proibidos.

Confira mais informações no vídeo:


Participe! Deixe um comentário sobre esta matéria.

Comentários

  1. bom, se o carro rebaixado implica no conforto e dirigibilidade do condutor, o que a justiça tem a ver com isso? ja pago IPVA, seguro, licenciamento e pedagios, doc em ordem é o que importa.

    se o proprio condutor nao se importa com conforto é o que interessa.
    mafia das multas e guinchos….

  2. queria saber quanto ficar para legalizar um carro rebaixador

Quer realizar um comentário?





RSS RSS (comentáos)